<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37878389\x26blogName\x3dElevador+da+Bica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/\x26vt\x3d8544793576954813379', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
elevador da bica

Funcionário do mês

Etiquetas: , ,

“Funcionário do mês”

  1. Anonymous Anónimo disse:

    também deves ser o funcionário do mês lá no Expresso, com esse jeito para o preconceito. mas o monteiro gosta, não é?

  2. Blogger Vìtor Matos disse:

    Cá eu gosto deste nosso leitor do PC que já tinha deixado um comentário num post sobre o financiamento dos partidos. Se não fosse anónimo, também ia a funcionário do mês. (Ai, não se diz anónimo, é clandestino...)

  3. Anonymous Anónimo disse:

    é verdade, esquecia-me que o preconceito anti-comuna faz parte dos direitos e deveres do código deontológico aprovado pela Câncio, a propósito dos militantes da JCP que foram obrigados a despir-se numa esquadra lisboeta por terem pintado uns murais.

    responder às minhas questões acusações é que nada, não é?

    quanto à do clandestino, gostei. pode ter-se sentido de humor mesmo sendo preconceituoso.

  4. Blogger Vìtor Matos disse:

    Ó meu caro camarada clandestino, eu não tenho preconceito, nasci e cresci em Grândola do PREC até aos anos 90, portanto, conheço muito PC e tenho muito amigo PC ou então crescia sem amigos. Quando digo que gosto dos seus comentários, é sem ironias. Adoro o PC revelado.

  5. Anonymous Anónimo disse:

    Meu caro amigo de camaradas,

    Dê então alento a estes problemas que a lei do financiamento levanta

    http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/multas-aplicadas-a-dirigentes-dos-partidos-serao-pagas-pelo-estado_1472567

    por causa da festa do avante, embora se note que o escriba NSL aos dinheiros entrados via casos Portucales, Oliveiras e Costa e submarinos pareça fazer orelhas moucas.

    p.s. eu não sou camarada. sou um mero simpatizante. Já FSC em cuja defesa veio parece um anti-simpatizante assumido.

    Abraços

  6. Anonymous Anónimo disse:

    Já agora, um bem esclarecedor comentário sobre financiamento partidário.

    http://tempodascerejas.blogspot.com/2010/12/glorias-do-jornalismo-portugues_27.html

    Vale o que vale, mas é um ponto de vista bem diferente que nunca chega à comunicação social nem aos publicistas pagos pela imprensa, rádio e tv.

  7. Anonymous Anónimo disse:

    http://dn.sapo.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=1743866&seccao=Ferreira%20Fernandes&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco

  8. Blogger Vìtor Matos disse:

    A alteração à lei do financiamento explicita que as despesas dos dirigentes multados passam a ser contabilizadas como despesas do partido. Ou seja, perde efeito a medida da lei anterior, responsabilizadora dos dirigentes pelas maroscas nas contas.

    Já a questão da subvenção, como o Público a colocou, parece-me que está errada porque confundiram a subvenção estatal com a subvenção para as campanhas eleitorais. A notícia é: partidos passam a pagar multas aplicadas aos seus dirigentes.

  9. Anonymous Anónimo disse:

    Caro Vítor,

    em http://5dias.net/2010/12/29/case-studies/

    vale a pena ler as várias referências à manchete do Público. E se num jornal dito de referência se deturpa, omite, assobia-se para o lado e se intoxica...abç