<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37878389\x26blogName\x3dElevador+da+Bica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/\x26vt\x3d8544793576954813379', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
elevador da bica

Suspende-se o direito à greve?

"Se há coisa que não precisamos agora é de impactos negativos na economia", afirmou o ministro da Economia, a propósito da greve geral agendada para 24 de Novembro. Pois. O problema é que qualquer greve, em época de vacas gordas ou de vacas magras, tem impactos negativos na economia, umas vezes mais generalizados, noutras ocasiões mais localizados. Deve ser por isto que os sindicatos costumam utilizar este direito reconhecido na Constituição como meio de pressão e de protesto em relação a medidas com as quais não concordam.

Etiquetas: , , , ,

“Suspende-se o direito à greve?”