<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37878389\x26blogName\x3dElevador+da+Bica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/\x26vt\x3d8544793576954813379', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
elevador da bica

Cavaco no funeral ofendia Saramago

A polémica sobre a ida ou não de Cavaco Silva ao funeral de José Saramago é ou estéril ou hipócrita. Cavaco é Presidente da República e tem deveres como tal. É verdade. Mas coloquemos a questão onde ela reside de facto: a ida de Cavaco Silva ao funeral de Saramago seria uma hipocrisia lamentável. O defunto desprezava-o profundamente. Saramago jamais desejaria tê-lo por perto no último adeus, fosse como Presidente ou apenas na pele de fulano de tal. Quem tem bom senso, não vai a funerais onde a sua presença ofende a memória do defunto.

Etiquetas: , ,

“Cavaco no funeral ofendia Saramago”

  1. Blogger Bruno Faria Lopes disse:

    Concordo. As justificações do PR – dizendo que as miniférias foram promessa à família, que nunca tinha tido o "privilégio" de conhecer o escritor, etc. etc. – foram tiros nos pés. Mas ir ao funeral teria sido um fantástico exercício de hipocrisia.

  2. Blogger AT disse:

    Podia ter-se ficado por esta declaração,toda a gente percebia: aquilo que o chefe de Estado deve fazer é «diferente daquilo que deve ser feito pelos amigos ou deve ser feito pelos conhecidos».

    Ana

  3. Blogger FSC disse:

    Discordo. Mas compreendo que um PR que não sabe quantos cantos tem Os Lusíadas ache k não tem k estar no funeral do único Nobel da literatura de língua portuguesa. It figures...