<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37878389\x26blogName\x3dElevador+da+Bica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/\x26vt\x3d8544793576954813379', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
elevador da bica

Portugal e o FMI

Teodora Cardoso, menos redonda e mais conhecedora do que o seu governador, veio centrar a discussão sobre a situação financeira de Portugal no essencial: vai ser importante negociar bem as condições do empréstimo concedido pelo FMI e pelo fundo de emergência do euro. Mais do que declarações vazias sobre autonomia política ou do que o medo da sigla maldita é isto que interessa agora: fazer as contas do actual custo de financiamento da República e esgravatar para que o juro fixado no empréstimo seja o menos penalizador possível. Claro que para isto correr bem, o país deveria evitar fazer o negócio quando estiver já totalmente prensado contra as cordas. Mas há outras considerações na equação - a sobrevivência política do governo é uma delas.

“Portugal e o FMI”

  1. Blogger Francisco Castelo Branco disse:

    A sra Teodoroa Cardoso profunda conhecedora da situação tem legitimidade para dar a sua opinião.

    o problema é que se pede a opinião a tantas pessoas que depois o cidadão comum já não sabe em quem acreditar.
    Depois de dia 23 vai ser FMI de manha à noite

  2. Blogger Francisco Castelo Branco disse:

    e lá vamos ter serões e mais serões sobre o FMI...