<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37878389\x26blogName\x3dElevador+da+Bica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/\x26vt\x3d8544793576954813379', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
elevador da bica

Conselhos de um pai extremoso


O ministro Rui Pereira pediu desculpa mas não esperou pela resposta. Eu costumo dizer ao meu filho mais velho de cinco anos, para não pensar que basta pedir desculpa quando faz um disparate daqueles, para se poupar ao castigo. Ele, humílimo, a dizer "mas eu já pedi desculpa". É preciso estar arrependido, explico eu, a pensar que o educo: para estar arrependido é preciso assumir o erro. 

Se um ministro que pede desculpa é porque assume o erro, não pode desculpar-se à espera que alguém lhe responda sim desculpo. Dirá o ministro humílimo nas entrevistas: "Mas eu já pedi desculpa..." Não serve de nada porque ninguém lhe dá o castigo.

Etiquetas: ,

“Conselhos de um pai extremoso”