<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37878389\x26blogName\x3dElevador+da+Bica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://elevadordabica.blogspot.com/\x26vt\x3d8544793576954813379', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
elevador da bica

Que cosa mas mala es la guerra

"Levem esse também" – disse. "Esse que tem as mãos sobre a metralhadora. Deve ser o El Sordo. É o mais velho e o que tinha a arma. Não. Corta-lhe a cabeça e envolve-a num capote. Depois penso melhor. Cortem também a todos os outros." (...) Desceu uns passos pela ladeira, até ao sítio em que se encontrava o tenente caído no primeiro assalto. Olhou-o por uns instantes, mas não lhe tocou. "Que cosa mas mala es la guerra", disse.

A revelação de segredos militares sobre a guerra do Afeganistão, a grande história internacional do ano, só pode chocar quem pensa na guerra como um conflito entre bons e maus, regido por regras limpas cumpridas por cavalheiros. Consumimos as imagens limpas e depuradas da guerra e abdicamos de saber mais. Eles por lá, os bons, estarão seguramente a tratar do assunto.
[As ordens e a culpa do Tenente Berrendo, em «Por quem os sinos dobram», de Hemingway]

“Que cosa mas mala es la guerra”