<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37878389\x26blogName\x3dElevador+da+Bica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://elevadordabica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://elevadordabica.blogspot.com/\x26vt\x3d9177562315536573364', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
elevador da bica

De Espanha nem boa imprensa...

Concordo inteiramente com este post do Pedro Correia no Corta-Fitas. Tanto me faz se o patrão é português ou espanhol, mas preocupa-me como os grupos espanhóis encaram o jornalismo. Vamos ver o que será da TVI. Há uns tempos, um destacado político português dizia-me, quase indignado, que jamais os jornalistas espanhóis lançariam a polémica que os portugueses criaram na viagem de Sócrates à China, quando o ministro Manuel Pinho propagandeou a mão-de-obra barata. Eles jamais fariam ondas no estrangeiro. Defenderiam a pátria e o primeiro-ministro. Seriam bem comportados, mansos, obedientes. Maus. Eu respondi: nem tudo o que vem de Espanha é bom. Os jornais têm qualidadade, claro, grandes meios, mas são demasiado biased - como dizem os amaricanos - e a prova mais escandalosa disso mesmo aconteceu nos dias seguintes ao 11 de Março. Nisso, apesar de tudo, os jornais portugueses podem dar algumas lições. A independência continua a ser a melhor solução em Portugal.

E não me venham com a velha Inglaterra, porque se a nossa imprensa fosse como a de lá, algumas carreiras politicas já tinham acabado, às mãos dos jornais da própria tendência...

“De Espanha nem boa imprensa...”

  1. Blogger Pedro Correia disse:

    Pois, meu caro, agora é a minha vez: cem por cento de acordo contigo.